veja nosso
último artigo

Industrialização 10 de Outubro de 2019

Industrialização da construção civil

Construção industrializada traz mais qualidade aos canteiros de obra e melhora produtividade do setor

A indústria da construção está entre os setores menos digitalizados, com quase todos os seus processos repetitivos e trabalhosos. Um estudo da McKinsey mostrou que os grandes projetos normalmente se estendem 20% além da data inicial de conclusão do projeto, e em geral estão 80% acima do orçamento. Além disso, a pesquisa mostra uma tendência da indústria de baixa produtividade, qualidade e altos custos da obra.

No entanto, o setor progrediu bastante ao longo dos anos, e o futuro da construção exigirá que todos os envolvidos no projeto adotem novas metodologias para mudar esse cenário. Uma das alternativas, segundo especialistas, é a construção industrializada, um sistema que alia a velocidade de execução com a segurança de trabalhar com produtos industrializados de qualidade. 

A industrialização é uma tendência significativa do avanço científico e técnico no setor, à medida em que a tecnologia está mudando a maneira como projetamos, fabricamos e montamos. Entre as suas principais vantagens, estão a possibilidade de ganhar qualidade nos canteiros de obra e otimizar o tempo para entregar as obras em prazos cada vez mais curtos. Segundo a pesquisa Industrialized Construction in Academia, a indústria da construção pode colher ainda benefícios como custos reduzidos de mão de obra, segurança aprimorada, diminuição de atrasos, qualidade do produto e produtividade aprimorada.

Hoje, é fundamental que o setor inove para deter o domínio de produção, empregando os princípios do processo de industrialização de forma estruturada. Vale ressaltar também que a construção industrializada é um processo evolutivo, com incorporação de inovação tecnológica e de gestão, com as ações organizacionais que buscam o aumento de produção e o aprimoramento do desempenho da atividade construtiva.


SISTEMAS CONSTRUTIVOS

Existem diversos tipos de sistemas construtivos e cada um define processos e tecnologias que serão utilizados durante a construção, conferindo mais qualidade ao produto final. Estruturas de concreto armado com alvenaria de vedação e argamassa de assentamento são um dos principais métodos utilizados no Brasil.  Apesar de fazer com que o setor da construção seja um dos que mais gera empregos e renda para a população, esse método também gera um dos maiores desafios para o segmento: aumentar a produtividade nos canteiros de obras.

Assim, os sistemas construtivos industrializados, que consistem na aplicação de métodos de padronização, racionalização de materiais e otimização da mão de obra nas obras, surgem como uma boa alternativa. O sistema utiliza-se de equipamentos e dispositivos para pré-fabricação precedidos da montagem dos elementos estruturais básicos da construção como paredes, coberturas e lajes.

Steel frame, concreto pré-fabricado, concreto pré-moldado, estruturas de aço e alvenaria são exemplos de métodos industrializados, que contribuem no aumento da produtividade e na redução de prazos e custo final. Apesar das muitas vantagens, os investimentos nesses sistemas ainda são baixos no Brasil, principalmente pela resistência à mudança, no desconhecimento das técnicas e dos produtos e pela falta de mão de obra especializada. 

A nova era da digitalização na construção oferece imensos benefícios para a indústria da construção, o meio ambiente e a economia. Embora tecnologias avançadas de construção já estejam sendo integradas ao segmento, a construção industrializada ainda é um desafio. As formas tradicionais funcionaram por muito tempo, mas, para ir além, é preciso estar disposto a integrar, inovar e buscar a sustentabilidade em todos os aspectos. Ainda há muito a ser feito.

E para você? O que falta para a construção brasileira atingir uma industrialização mais satisfatória? Conta pra gente nos comentários!

Em nosso próximo artigo, saiba como algumas empresas integrantes da RCD têm contribuído para avançar a construção industrializada.