Construtoras têm ganhos financeiros e de produtividade com a aplicação do lean

Redação Enredes / 8 de junho de 2022

Com origem na indústria automobilística japonesa e de uso consagrado em diferentes segmentos, a filosofia lean é uma metodologia de gerenciamento que tem ganhado tração na construção civil brasileira. Aplicável em todas as áreas de uma empresa, com foco na maximização do fluxo de valor, o pensamento enxuto visa elevar a produtividade, reduzir custos, evitar atrasos e, consequentemente, aumentar o nível de satisfação dos clientes.

Os desafios e as oportunidades geradas pelo lean na construção foram o tema do quarto episódio da série Diálogos com a Construção, conduzida por Roberto de Souza, CEO do CTE no canal do enredes no YouTube. O evento contou com a participação de Flávio Picchi, presidente do Lean Institute Brasil (Lib), e de Reginaldo Parente, diretor técnico do Grupo Diagonal Victa. 

Lean na construção

Segundo Picchi, o lean já se tornou um padrão de excelência em muitas indústrias. “Não há uma companhia bem estruturada, seja de serviços, seja de manufatura, nacional ou multinacional, que não tenha abraçado o lean como seu sistema de gestão. Na construção isso ainda não acontece, mas a busca por essa filosofia teve um crescimento exponencial nos últimos anos”, disse ele, lembrando que parte desse movimento se deve à parceria firmada entre o Lib e o CTE para a realização do programa Lean na Construção. Trata-se de uma consultoria em grupo, com duração de sete meses, formatada para a aplicação prática do pensamento enxuto.

“O lean começa com planejamento em fluxo e com a gestão visual. Mas engana-se quem pensa que ele se limita ao planejamento. A metodologia estuda os movimentos das pessoas e os desperdícios embutidos nas atividades, gerando ganhos de produtividade em campo, além de provocar uma forte mobilização nas equipes”, destacou o presidente do Lib.

Durante a conversa com Bob de Souza, ele citou alguns ganhos típicos da aplicação do lean nas obras. Entre eles, a maior confiabilidade no cumprimento de cronogramas e orçamentos e a redução de prazos de um a dois meses, com impactos positivos nos custos indiretos. 

“As construtoras têm registrado, também, ganhos de produtividade entre 10 e 30%, assim como melhoria da qualidade, o que reduz custos de assistência técnica, além da diminuição de estoques, melhorando o fluxo de caixa”, afirmou Picchi

Lean aplicado em obra-piloto

No caso do Grupo Diagonal Victa, de Fortaleza, CE, o interesse pelo pensamento enxuto foi motivado por uma busca pela melhoria contínua. “Antes de iniciar a nossa jornada, eu ouvia que a implantação do lean era complexa e deveria ser top-down. Mas com a metodologia do Lean na Construção, partimos direto para aplicação em obra-piloto, trabalhando conceitos, testando as ferramentas e quantificando os resultados”, comentou Reginaldo Parente, diretor técnico do grupo composto pela Diagonal Engenharia, que atua no segmento de alto padrão, e pela Victa, dedicada ao segmento econômico.

Parente revela que, em cinco meses de aplicação, a Diagonal conseguiu reduzir nove serventes de sua equipe em decorrência da melhor eficiência logística no canteiro. Além disso, com a aplicação das linhas de balanço, a construtora abreviou em dois meses o prazo para desmobilização das cremalheiras e das máquinas de projeção. “Com um investimento muito pequeno, conseguimos uma economia de R$ 327 mil e aumento de produtividade em cerca de 20%”, revelou Parente, acrescentando que o plano, agora, é disseminar tais ganhos para as outras obras do Grupo.

O Lean na Construção está com inscrições abertas para sua terceira turma, com início previsto para julho/22. Se você tem interesse em participar ou em obter mais informações, entre em contato com a nossa Unidade de Gerenciamento pelo e-mail: leannaconstrucao@cte.com.br. Se você não conseguiu assistir ao vivo o quarto episódio do Diálogos com a Construção, não deixe de conferir a gravação do encontro no canal do enredes no YouTube!

ator Redação Enredes

Notícias Relacionadas