Entrevista: Daniel K. Ohnuma

CONFIRA O BATE PAPO 

Daniel K. Ohnuma, integrante do Comitê Diretor e Gerente da Unidade de Sustentabilidade do CTE, comenta sobre a importância da sustentabilidade na redução de custos e valorização de ativos imobiliários

 

No atual momento do mercado, qual a importância da sustentabilidade para a construção?

Na atual conjuntura política e econômica do país, uma das principais pautas das empresas do setor da construção civil tem sido revisitar seus processos e remodelar seus produtos imobiliários. Neste contexto, a sustentabilidade pode conduzir as empresas do setor a uma valorização de seus ativos imobiliários e a uma redução de custos ao longo de todo o ciclo de vida do empreendimento. Nos projetos green buildings em que atuamos como consultores, temos notado que é perfeitamente possível, por exemplo, reduzir custos com soluções de pré-engenharia que melhoram a eficiência energética e hídrica das edificações, reduzindo tanto o CAPEX (projeto) quanto o OPEX (operação).  Sob a ótica da valorização imobiliária, o mercado corporativo já nos revela que um green building agrega mais valor aos negócios imobiliários, seja através de taxas de vacância menores ou valores maiores de comercialização dos imóveis.

 

Na sua opinião, a sustentabilidade pode ser um viés para novos modelos de negócios na construção?

 

Muitos empreendedores e especialistas, de diversos setores, entendem que a sustentabilidade é uma excelente oportunidade ou estratégia para a inovação, seja em produtos, processos ou modelos de negócios. São muitos os desafios globais associados à sustentabilidade e, vistos a partir da ótica dos negócios, podem ajudar a identificar estratégias e práticas que contribuam simultaneamente para direcionar valor aos acionistas e para um mundo mais sustentável. A construção civil tem um papel fundamental na busca por novos modelos de negócios que sejam mais sustentáveis, pois, além de exercer um enorme impacto ambiental ao consumir recursos naturais em abundância, possui uma enorme dependência desses mesmos recursos para sobreviver. 

 

Quais os principais desafios do setor da construção com relação ao tema sustentabilidade você percebe hoje?

 

São muitos os problemas e desafios relacionados ao tema hoje, que acabam inibindo o avanço da sustentabilidade de forma mais abrangente e efetiva. Um deles é a falta de políticas públicas e de incentivos aos agentes da cadeia produtiva da construção, que têm procurado incorporar a sustentabilidade em seus produtos, processos e modelos de negócios de forma voluntária. A falta de informação sobre o impacto positivo dos green buildings em relação à melhoria do desempenho dos empreendimentos ao longo de todo o seu ciclo de vida é outro problema que percebemos, assim como a falta de gestão e de procedimentos para uma operação mais eficiente dos empreendimentos. Já com relação ao usuário ou consumidor final, percebemos um grande desconhecimento por parte deste público sobre os benefícios de se comprar ou alugar um imóvel que tenha incorporado requisitos de sustentabilidade.

 

O que devemos esperar desta oficina?

 

A oficina irá focar na valorização dos ativos imobiliários e na redução de custos operacionais quando tratamos da sustentabilidade. Desta forma, traremos especialistas em várias áreas e do setor da construção que irão apresentar suas experiências e analisar resultados de implantação. Por exemplo, teremos soluções de projeto e de engenharia para redução de custos operacionais de empreendimentos, discutiremos, sob a ótica dos investidores do mercado imobiliário, como tem sido encarada a sustentabilidade em seus negócios, abordaremos a importância do desempenho energético das edificações como diferencial competitivo para redução de custos dos projetos e operação, assim como a viabilidade do uso de sistemas fotovoltaicos nas edificações. Já na escala urbana ou dos bairros sustentáveis, iremos discutir o papel das Smart Cities neste movimento pela valorização dos imóveis e redução de custos operacionais, e também o design, inovação e sustentabilidade em escritórios corporativos neste mesmo contexto.

 

Daniel K. Ohnuma
Engenheiro Civil pela Universidade Federal de São Carlos. Mestre em Engenharia de Construção Civil pela Escola Politécnica da USP. MBA em Gestão da Sustentabilidade pela Fundação Getulio Vargas. Auditor Líder ISO 9001 (Qualidade), ISO 14001 (Meio Ambiente) e SA 8000 (Responsabilidade Social). Consultor qualificado pelo GRI – Global Reporting Initiative (Sustentabilidade Empresarial). Especialista em Construção Sustentável e Certificação de Empreendimentos e Obras LEED e AQUA.

 

Próximos eventos:
seg ter qua qui sex sab dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30