Canteiros de obras sustentáveis:

inovação, redução de custos e riscos

No dia 28/03/14, seis palestrantes e 120 profissionais da cadeia produtiva da construção participaram da primeira oficina temática promovida pelo EnRedes – Canteiros de Obras Sustentáveis: inovação, redução de custos e riscos.

Foram apresentados e debatidos os principais desafios para tornar sustentáveis os canteiros de obras e as melhores soluções que estão sendo aplicadas pelas empresas para redução de riscos, de geração de resíduos, de consumo de água e de energia, de desperdícios e custos, de problemas com o entorno e vizinhança (como poeiras, ruídos, trânsito). Organizada para que todos pudessem interagir de forma diferente e diretamente com os palestrantes e os profissionais de vários segmentos da construção, a oficina possibilitou uma participação bastante ativa, interativa e objetiva de todos os presentes.

Na programação ao lado, você pode acessar as palestras e os cases apresentados. Abaixo, você confere as principais reflexões desta oficina.

 

Refletindo sobre a gestão da sustentabilidade nas empresas

- Os grandes desafios do setor da construção são econômicos, sociais e ambientais, por isso é necessário pensar e agir de forma integrada nessas três esferas para minimizar os grandes impactos que o setor causa na natureza, no entorno e na sociedade.

- Os conceitos da sustentabilidade precisam ser incorporados à cultura da empresa, sendo fundamental o comprometimento de todos para que as ações responsáveis e sustentáveis sejam possíveis nas diferentes áreas e em todas as esferas da organização. A gestão da sustentabilidade, portanto, é estratégica dentro da organização e deve fazer parte de todas as áreas da empresa (da operação, financeira e comercial), assim como ser foco de todos os planos da organização, que envolvem desde a viabilização de negócios e empreendimentos, até projetos, planejamento e execução de obras, suprimentos, atendimento ao cliente e relacionamento com os diversos stakeholders.

- Práticas sustentáveis não são de exclusividade de grandes empresas, e são plenamente possíveis em pequenas empresas e pequenas obras. A recomendação é começar com pequenos projetos, que agreguem pessoas, fornecedores e comunidade, e caminhar passo a passo para as práticas responsáveis.

 

Pensando em premissas para canteiros sustentáveis

- Para operação sustentável dos canteiros de obras, é importante ir além de práticas ambientais e apenas de redução de consumos de um ou outro recurso. A principal pergunta a ser respondida sobre a sustentabilidade nos canteiros será: como criar valor sustentável no processo de produção de um edifício?

- Gerar valor sustentável significa prevenir impacto, reduzir tempo e custo, reduzir riscos, envolver receita e produtividade, de modo que as ações tragam benefícios simultâneos. Por isso, a importância do conhecimento e mapeamento da cadeia de produção, quando serão analisados os riscos e impactos das atividades que envolvem os fornecedores, o modo de produção e o cliente final, sempre levando em consideração a interface ambiental, econômica e social.

 

 

PROGRAMAÇÃO 28/03

Clique nos nomes dos palestrantes para acessar os currículos

8h00 Credenciamento | Good Morning Coffee

9h00 Abertura

Roberto de Souza (Presidente do CTE)

 

Painel I

9h15 Obras Sustentáveis como oportunidade econômica e redução de impactos e riscos socioambientais: a experiência do CTE em mais de 130 canteiros de obras em várias regiões do Brasil

Daniel K. Ohnuma (Integrante do Comitê Diretor e Consultor Sênior da Unidade de Sustentabilidade do CTE)

9h40 Sustentabilidade no canteiro de obras da Vila dos Atletas (RJ): soluções e práticas inovadoras que resultaram em economia para a engenharia da obra

Mariana de Cillo Malufe Spignardi (Sustentabilidade Ilha Pura: Odebrecht Realizações Imobiliárias e Carvalho Hosken S/A)

10h05 Reciclagem de resíduos de construção e demolição em canteiros de obras como oportunidade econômica e melhoria ambiental

Hewerton Bartoli (ABRECON)

Sergio Ângulo (EPUSP)

10h30 Debates

11h00 Coffee Break

 

Painel II

11h20 Canteiros de obras sustentáveis: aproximação Mercado – Academia visando pesquisa e inovação e a experiência do projeto FINEP CantecHIS

Francisco Ferreira Cardoso (Professor Titular e Chefe do Depto. de Engenharia de Construção Civil da EPUSP)

11h45 Sustentabilidade nos processos construtivos da EVEN: modelo de governança corporativa e ações inovadoras para uma produção mais limpa nos canteiros de obras

Silvio Luiz Gava (Diretor Técnico – EVEN)

12h35 Debates

13h05 Business Lunch

DESTAQUES DO ENCONTRO
A emissão de gases de efeito estufa (GEE) deste evento foi calculada pelo CTE e foram plantadas pela empresa Curupira 22 árvores para neutralizar os efeitos das emissões de CO2.
Total de emissões do evento (kgCO2e) = 3.838,66
Capacidade média de retenção de CO2 por árvore durante 20 anos = 175
Número de árvores plantadas para neutralização de GEE deste evento = 22

Próximos eventos:
seg ter qua qui sex sab dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      
APOIO