veja nosso
último artigo

Tecnologia 28 de Outubro de 2020

Transformação digital na construção civil é mais do que marketing

Leonardo Jacomini

Resumo do texto

  • Transformação digital é mudar processos antigos e trazer a tecnologia para o dia a dia;
  • A construção civil tem muito a ganhar digitalizando processos e gestão;
  • Alguns dos benefícios são: agilidade, eficiência, gastos menores, melhor gestão, relacionamento com o cliente e ganho de competitividade.

Quando o assunto é transformação digital, muitas vezes vem o pensamento de que é algo restrito à tecnologia aliada a comunicação e produto de marketing. Na verdade, digitalizar um serviço ou setor, como no caso da construção civil, esse significado é bem mais amplo.

É verdade que a transformação digital parte da tecnologia e é primordial na construção da comunicação da empresa, além de ser o caminho para estar junto às estratégias de marketing 4.0 (empresas e consumidores lado a lado). Mas essa mudança vai além e engloba, por exemplo, sistemas gerenciais, processos e produtos de uma obra, digitalização de documentos, entre outros, sempre com a preocupação de trazer eficiência para a organização e satisfação aos clientes.

Os benefícios são diversos para o setor otimizando diversas áreas como vendas, relacionamento com o cliente, recursos humanos, marketing e ainda a relação direta com as obras, que vai desde o projeto até a conclusão do empreendimento.

Infelizmente a construção civil é um dos setores que menos inova, por isso é tão importante que assuntos como esse estejam em evidência dentro das empresas e que os gestores se interessem cada vez mais em procurar mudanças que possam agregar ao futuro das obras.

Ainda há muito receio em inovar, muitos ainda têm medo da tecnologia. Por isso é preciso um trabalho cultural dentro das empresas, trazendo todo mundo para a mesma “página”.  Um processo de mudanças é desconfortável no começo, por isso todos devem estar juntos e entender que será uma transformação para melhor e que vai beneficiar a organização como um todo.

Hoje o mundo é digital, quem compra, vende, fornece materiais, projeta, está na internet. sem falar que as facilidades que a tecnologia agrega são indispensáveis, por isso, aqueles que não acompanharem a evolução vão perder mercado e clientes.

A transformação digital na construção civil

Fazendo um resumo muito simples do objetivo da transformação digital: buscar soluções ágeis e eficientes pensando em retorno de receita e aumento da satisfação do cliente. Por isso é tão importante adotar novos modelos de trabalho em equipe como o Design Thinking, que aliás já falamos aqui no blog, onde a principal preocupação é o serviço ou produto resolva necessidades reais dos clientes.

Outro fator que deve ser evidente no futuro da construção civil é a automação de processos e gerenciamentos, que ajudam a diminuir gastos e desperdícios nos canteiros de obras, além de agregar eficiência e agilidade.

Por isso volta à questão, você acredita que um potencial cliente vai escolher qual empresa na hora de fechar negócio? Aquela que inova e entrega em menor prazo garantido a qualidade e reduzindo desperdícios ou uma empresa que parou no tempo, com processos obsoletos que até para assinar os papéis deve ser pessoalmente?

Separamos alguns dos principais pontos em que a transformação digital pode ajudar a construção civil e o mercado a aquecer com a ampliação da concorrência por meio de inovação, afinal é isso que pretendemos no futuro.

Dados

Os dados nunca foram tão importantes para entender os consumidores. A partir de resultados fiéis como Big Data e inteligência artificial é possível entregar projetos e construções pensadas nas pessoas e a otimização do espaço para sua utilização.

A partir da coleta de dados é possível contar com os chamados smart cities e smart buildings, que contribuem para a melhoria de vida das pessoas e da cidade como um todo. É uma realidade que fica evidente ao passar do tempo e certamente as construtoras terão de fazer a lição de casa para estarem em harmonia com o futuro da construção.

Projeto

Antes mesmo de entrar no canteiro de obras a transformação digital já deve fazer parte da construção na fase de projeto. A partir de sistemas como o BIM é possível integrar diversas áreas e aperfeiçoar processos que vão desde saber o momento certo que cada material entra no canteiro até o acompanhamento à distância da obra.

Modelos como o BIM também favorecem a modelagem em níveis superiores ao 3D, o que facilita toda a análise da construção, como tempo e custo.

Canteiro de obras

Inovar no canteiro de obras está diretamente ligado à transformação digital, já que é base para a inclusão de importantes tecnologias que ajudam em questões como:

  • Medição rápida e precisa através de drones;
  • Construções modulares - da fábrica para o canteiro;
  • Automação de processos - otimização da mão de obra e ganho de tempo, etc.;
  • Segurança dos trabalhadores e da futura construção;
  • Monitoramento por IoT;
  • Redução de desperdício de água e energia;
  • Melhoria da gestão em geral da obra.

Gestão

Como dissemos, não é só dentro do canteiro de obras que a transformação digital funciona. Ela é de grande importância para toda a empresa, sendo genuinamente um processo de digitalização. Transformar a gestão é deixar de lado a maioria dos papéis e organizar tudo pelos meios digitais, além de buscar integração com toda a equipe e clientes a partir de sistemas em nuvem ou softwares especiais que integrem dados e pessoas.

Transformação digital na gestão é:

  • Garantir que seu cliente tenha acesso a seus produtos através do smartphone;
  • Que o cliente encontre seus produtos ou serviços pela internet;
  • Que os colaboradores possam tomar decisões rápidas a partir de sistemas online; 
  • Que a equipe tenha processos com fácil acesso em nuvem;
  • Automatizar processos financeiros;
  • Planejamento de compras e estoque;
  • Contato com detalhes ricos de preferências dos clientes.

Relacionamento com os clientes

Ter um sistema com o contato dos seus clientes e as preferências de cada um apoiado no perfil é muito importante para futuras compras ou mesmo no pós-venda. Fidelizar um cliente significa manter contato com ele antes, durante e depois de uma obra concluída.

Além disso, o relacionamento com o cliente deve ser o mais personalizado possível. Hoje um decorado pode ser visitado digitalmente, com mais riqueza de detalhes ou maquetes virtuais através de realidade aumentada, dentre outras tecnologias semelhantes.

O cliente deve ter opções para escolher a que mais se encaixa com ele, com o momento e disponibilidade de tempo. Sistemas remotos de acompanhamento, relatórios e outras tecnologias, são bem vindas na questão de eliminar a necessidade de estar presencialmente na empresa. Mesmo que clichê, vale muito aquele ditado: tempo é dinheiro - tanto para o cliente quanto para a empresa.

Concorrência e apelo em marketing

Você deve ter percebido que a transformação digital é mais do que marketing, mas é um dos elementos. Uma empresa que inova e se transforma digitalmente aumenta seu apelo nas vendas, já que está presente em mais lugares e com conteúdos online, tendo mais competitividade como resultado.

Uma empresa que muda padrões e pensa em resultados melhores e mais rápidos com apoio da tecnologia, certamente sai na frente dos concorrentes e ajuda a aquecer o mercado. O problema é quando acontece o contrário.

Apostar em digitalização e tecnologia é muito inteligente nos dias de hoje, vide o exemplo das construtechs, que são uma junção de aspectos importantes e essenciais da construção apoiados na tecnologia e digitalização de processos. O setor civil ainda tem muito o que aprender com esse movimento e deixar de lado os modelos antigos pode ser desconfortável agora, mas os benefícios acabam valendo (muito) a pena para toda uma cadeia.