veja nosso
último artigo

Materiais 2 de Dezembro de 2020

Telhado verde: o que é, vantagens e desvantagens

Leonardo Jacomini

Resumo do texto

  • Telhado verde é uma tecnologia sustentável, que substitui cerâmica ou o aço por vegetação visível;
  • Alguns dos benefícios são a economia de energia, isolamento térmico e acústico e bem-estar das pessoas;
  • Entre as vantagens estão: diminuição da poluição, sustentabilidade e conforto;
  • Existem desvantagens também, como o custo da construção, materiais e mão de obra qualificada.   

O conceito de telhado verde está começando a ter mais atenção por parte da população, mas ainda há dúvidas dos seus benefícios, vantagens e desvantagens. E se você é uma dessas pessoas, no artigo de hoje apresentamos todos esses pontos.

O telhado verde é uma inovação do setor da construção civil e que garante benefícios interessantes para os habitantes. Resumindo, basicamente o telhado verde é o uso de plantas na cobertura de um prédio ou mesmo residência. Ao invés de usar cerâmica ou o aço, por exemplo, é utilizado vegetação visível, que pode ser composta de diversas plantas.

Nesse artigo você verá uma lista de vantagens e também as desvantagens na utilização deste tipo de telhado, mas o principal uso dessa ideia está ligada à economia de energia através de temperaturas e sensação térmica menores.

A gente pode até pensar que é bem simples ter um telhado verde, mas dentro desse processo existem alguns detalhes importantes e muita tecnologia envolvida para que sustentabilidade e construção se equilibrem.

A grande aposta do telhado ecológico está nas empresas que podem se beneficiar desse uso através da geração de maior bem-estar aos colaboradores e economia de energia. Você sabia que nos estúdios da TV Globo, construído em 2017, no Rio de Janeiro, onde fica localizado o Jornal Nacional é utilizado o telhado verde? A emissora apostou nessa tecnologia para proporcionar a seus jornalistas mais qualidade de vida, como uma área de antistress, além dos benefícios gerais ao próprio prédio.

Entenda como é projetado um telhado verde e quais as principais preocupações na hora da construção:

O que é preciso para fazer um telhado verde

Um telhado verde leva em conta cuidados para que o prédio viva em equilíbrio com as plantas, ou seja, é preciso saber drenar, cuidar da umidade, entre outros. São sete camadas que compõem este tipo de cobertura. Veja:

1 - Telhado: o primeiro ponto é a superfície que receberá as demais camadas, a lajota pode ser de diversos materiais;

2 - Manta à prova d'água: a aplicação de uma membrana à prova d'água é para que nenhuma umidade passe para o interior do prédio;

3 - Barreira contra raízes: para que nenhuma raiz cresça ao ponto de danificar a estrutura do prédio é preciso criar uma barreira para estabilizar esse crescimento;

4 - Drenagem: o sistema de drenagem do telhado verde é importante para escoar ou drenar a água da chuva, impedindo vazamentos ou alagamentos na cobertura;

5 - Tecido impermeável: o tecido impermeável serve como base para a terra e ajuda também no sistema biológico, esse material fica acima da camada de drenagem;

6 - Terra: acima dessas 5 camadas vem finalmente a terra, que receberá a vegetação;

7 - Vegetação: e por último, a vegetação do telhado verde, que pode ser composta de diversos tipos de plantas ou grama.

Por isso é importante ter um responsável técnico para realizar a obra, são produtos e materiais específicos, além da própria planta, onde algumas podem não ser indicadas ou necessitam de tratamento especial.

Telhado verde: vantagens

Conforto térmico e acústico

Como lembrado no começo deste artigo, um dos principais benefícios do telhado verde é a sensação térmica mais baixa. Essa vantagem é acompanhada de outro conforto: o acústico, um ótimo apelo a prédios comerciais ou residências localizadas em grandes centros.

A partir da vegetação presente na cobertura, ele impede que o calor e o som adentrem o ambiente, gerando mais conforto térmico e baixo ruído no local, resultando em bem-estar e qualidade para os habitantes ou colaboradores.

Economia de energia

Já que as temperaturas são menores, o uso de ar-condicionado pode ser diminuído ou até eliminado em alguns dias do ano ou ainda em períodos do dia, o que gera menos gasto com energia elétrica.

Poluição reduzida

O telhado verde vai trabalhar como um purificador de ar de fora para dentro. A poluição ao redor do prédio é minimizada através do processo de fotossíntese realizado pelas plantas.

Mais um ponto positivo para qualidade de vida de quem habita o local.

Facilidade no cuidado

A partir da manutenção inteligente é possível utilizar a água da chuva para irrigar a vegetação do telhado verde em épocas mais secas. Além disso, em alguns exemplos, o espaço é utilizado como área de convivência, o que torna a automação e cuidados bem mais fáceis, como se fosse um jardim tradicional.

Diferencial

Você pode notar que prédios ou casas que utilizam o telhado verde são sempre destaque. É um grande apelo comercial a empresas para despertarem interesse em novos colaboradores proporcionando qualidade no trabalho e também a questão visual. Um telhado verde dá um charme diferenciado e possibilita que sejam aplicadas diversas técnicas, cores e modelos de vegetação.

Sustentabilidade

Sem dúvidas, por trás de todo o projeto, está o apelo sustentável de uma construção. Menos gastos com energia, reaproveitamento da água da chuva e a própria vegetação que ajuda o meio ambiente, são elementos interessantes na questão de equilíbrio do ecossistema.

A sustentabilidade tem ganhado espaço nos projetos da construção civil, por isso o telhado verde é um aliado positivo no diferencial ao meio ambiente.

Telhado verde: desvantagens

Em contrariedade a muitos benefícios, existem as desvantagens de utilizar o telhado verde. Menores do que as vantagens, mas que se tornam empecilhos na hora de colocar em prática esse tipo de cobertura sustentável.

Custo de mão de obra

O maior entrave que o telhado verde tem é a mão de obra qualificada, já que se trata de um processo relativamente novo no Brasil e conta com poucas empresas no ramo, além de envolver tecnologias novas no mercado. Por isso o custo pode ser considerado alto.

Como existe pouca mão de obra especializada no assunto, o deslocamento de equipes também pode ser outro problema. Quem sabe com a expansão desse tipo de projeto pelo país, mais empresas acabam entrando de vez no ramo e barateando os custos. 

Custo dos materiais

Outro custo que acaba atrasando o desenvolvimento de mais telhados verdes é o valor dos materiais, como as barreiras e mantas para contenção de água, raízes, entre outros produtos específicos.

A boa notícia é que, segundo especialistas, o custo pode ser pago em pouco tempo através da redução de energia e economia de recursos.

Burocracia com aprovação do projeto

Algumas cidades do Brasil podem causar atrasos na questão da aprovação de projetos com telhado verde. O problema está em ser um conceito novo, o que faz com que a burocracia de algumas prefeituras não saibam lidar ainda com esse processo.

Cuidado com o telhado verde

Se colocamos a manutenção nas vantagens, porque o cuidado aparece na lista de desvantagens? Bom, cuidar do telhado verde não deve ser uma tarefa difícil, o problema está na adaptação do ciclo de manutenção.

Primeiro que é um telhado e necessita de cuidados normais, somado então a questão da vegetação. É preciso que existam preocupações dentro de um ciclo, que é diferente, mas depende de adaptação. Não é nada que sirva como desistência do plano.


Quem sabe, veremos cada vez mais o conceito de telhado verde por aí? Com o conhecimento por parte das empresas e também da sociedade, esse modelo pode ser mais acessível no futuro e faça parte do nosso dia a dia. Aproveitando bem todas essas vantagens que listamos aqui - que na verdade são bem interessantes, indo além da estética, mas cuidado com o ser humano e o meio ambiente.