veja nosso
último artigo

Tecnologia 22 de Setembro de 2020

Sistema BIM transforma cadeia da Construção Civil

Leonardo Jacomini

Resumo do texto:

  • Acompanhamento integral de uma obra através do sistema BIM;
  • Facilidades que o advento de tecnologia traz à construção civil;
  • Construtoras de um modo geral, precisam se abrir para esse pensamento, tornando viável projetos em BIM, além de saber como demandar trabalhos.

Você já parou para pensar no funcionamento e execução de uma obra do começo ao fim? A Construção Civil tem se moldado durante os anos e com a tecnologia foi possível implementar sistemas como o BIM - que garante eficiência do planejamento ao acabamento de um empreendimento.

Para fomentar o assunto e discutir novidades em pleno momento de pandemia, um webinar foi realizado no canal do Youtube do Enredes. Os convidados foram: Luiz Costi, da Procion Engenharia, Paulo Sanchez da Sinco Engenharia, Miriam Addor, da Addor Associados, Anderson Zanutto, da Kröner & Zanutto e Ricardo França, da França Associados.

A discussão foi sobre o sistema BIM (Building Information Modeling – Modelagem de Informações da Construção), que é um meio digital de planejamento e gestão de obras. Com essa tecnologia é possível acompanhar toda a obra, do começo até a entrega.

Segundo os convidados, o sistema permite que a equipe saiba, por exemplo, se a obra está aderente ou não e ajustar os detalhes. Além disso, mostra-se eficiente quanto a demanda de suprimentos e qual é a hora certa de cada material entrar no canteiro de obras.

                                                               

Problemas que o BIM pode resolver

Paulo Sanchez, lembra que um dos problemas enfrentados na Sinco foi a questão do quantitativo de uma obra. Eram números divergentes entre o início do projeto, no orçamento fechado e dos fornecedores, assim ficava difícil saber qual o quantitativo certo. 

A partir da modelagem no BIM esse problema é eliminado. Outro ponto positivo é conseguir visualizar soluções e ideias logo para o início da obra.

Essa tecnologia tem sido cada vez mais aderente aos escritórios do setor da construção civil, eliminando erros praticados em modelagens 3D simples. O BIM é a evolução, o profissional consegue ter uma integração das áreas que compõem a obra, como por exemplo, instalações e a arquitetura.

Um ponto importante levantado por Miriam Addor sobre sustentabilidade, é que o sistema também pode auxiliar quanto a essa preocupação dentro do projeto, a programação possibilita essa efetividade - por isso o BIM se mostra tão eficiente, de ponta a ponta.

Os profissionais e o BIM

Miriam também enfatiza a importância de profissionais capacitados. O BIM gera uma otimização das obras e demanda profissionais que saibam lidar tanto com a ferramenta quanto com a preocupação ao projeto.

É importante acompanhar a obra de perto, só assim que se adquire conhecimento sobre ela. Dessa forma é possível adequar a tecnologia ao real. É preciso buscar um equilíbrio entre as práticas.

As construtoras de um modo geral, precisam se abrir para esse pensamento, tornando viável projetos em BIM, além de saber como demandar trabalhos. Não adianta somente os projetistas conhecerem a ferramenta. 

O sistema torna as construções mais produtivas, gerando “economia e o próprio ganho de dinheiro”, lembra Paulo.

Futuro pós-Covid

Quem ainda não despertou para a realidade de que o normal de antes já não existe, precisa mexer as peças no tabuleiro da empresa. Tratando-se do setor da construção, o BIM é uma nova real necessidade e deve ficar mais forte pós-pandemia.

Não é possível mais pensar em cabeças fragmentadas, mas, a construção como um todo, que na cadeia produtiva engloba todo mundo: projetistas, engenheiros, arquitetos, pessoal da obra e até o fornecedor.

Um fato é que a transformação digital chegou forte devido aos impactos do novo coronavírus nas empresas. As que contavam com a tecnologia e implementaram sistemas como o BIM, garantiram a continuidade. Já outras vão ter que se adaptar, porque a nova normalidade vai precisar de organizações e profissionais ágeis e preparados.

Acompanhe o webinar tema deste texto: