veja nosso
último artigo

Mercado 6 de Dezembro de 2019

RCD lança programa voltado às startups

Objetivo é criar um ambiente de conexão e negócios com as empresas da Rede Construção Digital

Nesta quinta-feira (05/12), representantes de startups e integrantes da Rede Construção Digital se reuniram na nova sede do CTE/enredes para o lançamento do “Conexão e Negócios com Startups”, um novo programa da RCD que visa criar um ambiente de negócios entre as startups e empresas do setor da construção. Neste primeiro encontro, os participantes discutiram questões importantes do segmento e conheceram projetos e soluções desenvolvidas por 04 startups que podem ser utilizadas por empresas da Rede. O evento encerrou o ciclo de palestras e debates da Rede neste ano.

A abertura foi realizada pelo CEO do CTE/enredes, Roberto de Souza, que traçou um panorama sobre o últimos encontros da RCD e os projetos que estão em desenvolvimento para o próximo ano. Gabriel Borges, consultor do CTE, contextualizou o ambiente de negócios entre a Rede e as startups. “A ideia é analisarmos o que essas startups têm para oferecer à indústria da construção e também verificar como a cadeia produtiva está desenvolvendo projetos para integrar essas startups”. Gabriel ainda destacou a importância de valorizar essas empresas. “Temos que tirar essa visão de que startup é apenas “piscina de bolinhas e escorregador”. A revolução tecnológica no setor é um caminho sem volta e as startups podem ajudar a trazer novas tecnologias e ferramentas para resolver problemas reais da construção”, afirmou.

Na sequência, os participantes acompanharam os resultados de uma pesquisa realizada pela RCD que apontou os principais desafios de inovação das construtoras e incorporadoras, como são suas estratégias no desenvolvimento de projetos com startups e como elas se relacionam com essas empresas. 

Em seguida, a Superintendente de Negócios da Alphaville Urbanismo, Patricia Hulle, contou as lições aprendidas com o Programa Alpha Inova, criado para selecionar startups que se tornem possíveis parceiros ou fornecedores da companhia. “O programa tem o intuito de encontrar formas de obter excelência operacional e criar valor para os nossos clientes. Por isso, buscamos soluções que gerem eficiência, resultado e agreguem valor ao negócio”, explicou Patrícia.

Os participantes conheceram também o case da Alphaville Urbanismo junto à Levitar, uma empresa que presta serviços de engenharia, integrando operação com drones, tecnologia de precisão e análise de dados. O CEO da startup, Luis Carlos Filho, apresentou as principais soluções da Levitar e como se deu a parceria com a Alphaville. “Muitas empresas de grande porte estruturaram seu processo de compra de forma que só conseguem contratar outras empresas grandes. O relacionamento com a Alphaville fluiu porque desde cedo estiveram abertos ao movimento de inovação e amadureceram esse processo”, afirmou Luis. 

Depois das apresentações, os palestrantes realizaram um debate para responder os questionamentos dos participantes sobre como se deu a conexão entre a construtora e a startup, os desafios, riscos e oportunidades e as soluções utilizadas pelas empresas. 

Na sequência, 04 startups convidadas apresentaram suas soluções. Heitor Tosseto, CEO da Pix Force, falou sobre as tecnologias de visão computacional, inteligência artificial e machine learning fornecidas pela startup. Paula Lunardelli, CEO da Previson, apresentou a plataforma desenvolvida pela empresa que auxilia no planejamento de obra das empresas. Em seguida, Martin Luther, diretor comercial da BITI 9, falou sobre a ferramenta de automação de processos (RPA) da startup e Franz Boris, gerente geral da Flexsas, apresentou novos modelos de negócios para storage.

Por fim, as empresas da Rede Construção Digital e startups presentes compuseram uma mesa redonda para discutir as dores e expectativas da indústria e de que forma as soluções propostas pelas startups poderiam contribuir para saná-las. Mediada por Gabriel Borges, a mesa contou com a participação de Juliana Grigonis, Gerente Geral de Obras e Qualidade da Cyrela, Samuel Gosch, Gerente de Qualidade da EZTEC, Leandro Francischetti, Gerente de Desenvolvimento Tecnológico e Suprimentos da Tarjab e as startups convidadas.

“O encontro de hoje foi excelente. Tanto as empresas quanto os convidados que apresentaram seus projetos, ferramentas e hubs de inovação conseguiram enxergar a possibilidade e o grande potencial de negócio que existe dos dois lados. As empresas demonstraram seu interesse e sua busca por novas tecnologias e as startups também viram o valor e o potencial de oferecer serviços e para as construtoras. O lançamento desse ambiente de negócios é um marco dentro da Rede Construção Digital e para o próximo ano já existe uma programação de eventos e momentos para trazer mais startups e gerar novas conexões”, comemorou Gabriel.