veja nosso
último artigo

Inovação 9 de Agosto de 2019

RCD discute Big Data, IA e a utilização de dados na construção civil

Empresas integrantes da rede apresentaram cases reais de aplicação no setor

A Rede Construção Digital (RCD) promoveu mais uma estação de trabalho que debateu Big Data Analytics, Inteligência Artificial e a importância da utilização de dados na construção civil. O encontro ocorreu na sede do CTE e reuniu representantes das construtoras, fabricantes, projetistas e profissionais da indústria que integram a rede.

Na abertura, o CEO do EnRedes, Roberto de Souza, apresentou alguns resultados da Pesquisa CTE/Quorum Brasil, que mapeou o grau de digitalização na construção civil, e relembrou a formação da RCD e os projetos propostos para este ano. “A tecnologia está mudando o nosso jeito de morar e viver. Somos o grupo que pode acelerar a transformação digital no setor da construção no país. Para mim, é uma honra coordenar este projeto”, ressaltou.

A CMO da Ambar Tech, Cristina Penna, contou sobre o trabalho da empresa em relação à utilização de dados e contou como vê essa ferramenta no campo da construção. Com 15 anos de experiência em Big Data Analytics, ela afirma que falar sobre transformação digital não significa que as mudanças ocorrerão prontamente. “Muita gente acha que no dia seguinte tudo acontece, mas não é assim. É muito mais mudança de mindset e de se repensar a forma de trabalhar e agir em alguns casos. Essa troca de conteúdo e de experiências que estamos realizando é o que contribuirá para essa transformação digital”.

Em seguida, o arquiteto urbanista e sócio-fundador da Allower, Carlos Marchi, apresentou um projeto urbanístico desenvolvido na Holanda a partir de um mapeamento do número de pedestres nas ruas. Ele ainda falou sobre como essas experiências podem ser realizadas no Brasil, que possui um grande volume de dados disponíveis. “Temos muitos dados primários que precisam ser coletados, transformados em informação e em conhecimento, porém estamos desperdiçando isso. Nosso país é muito relevante na construção civil e a produção aqui é muito consistente e promissora, apesar de todos os desafios. Essa troca de experiências, sem dúvidas, é essencial para que novos projetos também possam ser desenvolvidos por aqui”.

O gerente de projetos de dados da OnCase, Hugo Soares, destacou a importância de se extrair valor dos dados para tomada de decisão. Além disso, o palestrante explicou por que muitos projetos falham atualmente. “Dentre os principais motivos estão o foco nos dados e não nos objetivos do negócio, stakeholders ausentes ou pouco engajados, dados ruins, não fazer questionamentos corretos e também a falta de conhecimento técnico”.

Ao final do encontro, a equipe da OnCase realizou uma dinâmica sobre maturidade analítica, que tinha como objetivo capacitar os participantes sobre a utilização de dados para otimizar o negócio.