• (11) 2149-0300
Tecnologia 17 de Maio de 2018

IoT já está transformando negócios e vidas

Tecnologia propõe que todos os objetos estejam conectados no futuro
 

 

O interesse pela Internet das Coisas (Internet of Things – IoT) e sua aplicação em diferentes projetos têm aumentado consideravelmente, tornando-a uma das principais tecnologias na transformação digital das atividades humanas e dos negócios em todos os setores.

“A Internet das Coisas possui várias tecnologias em comum com as tecnologias de comunicação machine-to-machine (M2M), usual em produtos industriais, principalmente de medição de energia, água, gás e óleo. Entretanto, o conceito de IoT vai além da comunicação M2M, pois propõe um futuro no qual todos os objetos estão conectados e comunicando-se de forma inteligente. Em outras palavras, o mundo físico com a IoT dá origem a um grande sistema de informações”, afirma Camilo Rodegheri, CEO da DEV Tecnologia, que palestrou sobre o tema para os membros da Rede Construção Digital em março deste ano.

A IoT permite a observação e o gerenciamento das mais diversas áreas das atividades humanas e, principalmente, daquelas que anteriormente estavam fora de alcance. Como a base para o funcionamento da IoT são sensores e dispositivos, a comunicação entre as “coisas” torna-se possível, sendo alimentada por informações via aplicativos e bancos de dados. Esta é maneira inovadora para as organizações gerenciarem e monitorarem operações remotas, gerando um grande número de oportunidades.

IoT e o setor da construção

A IoT já é uma realidade que está transformando as empresas, os negócios e as nossas vidas. Em 2013, o Gartner já estimava que a Internet das Coisas incluiria 26 bilhões de unidades instaladas até 2020, e com isso fornecedores de produtos e serviços de IoT deverão gerar uma receita adicional superior a US$ 300 bilhões até o mesmo ano.

O Brasil, para não ficar para trás quando falamos desta tecnologia, lançou um plano nacional de IoT, a partir de estudos realizados pelo BNDES, MCTIC e CPqD, com políticas públicas entre 2018 e 2022. De acordo com o relatório, apresentado por Werter Padilha, Coordenador do Comitê de IoT ABES e Membro do Conselho Consultivo do PNIoT, para os membros da Rede Construção Digital em março deste ano, o país ganhará um potencial econômico de cerca de US$ 27 bilhões, com uma economia nos processos de racionalização em gestão pública, transporte, monitoramento de tráfego, segurança e eficiência energética até 2025. Mundialmente, a economia será em torno de US$ 1,6 trilhão. Até 2050, as grandes metrópoles serão verticais, com pouco espaço e prédios mais altos, e 70% da população viverão nas cidades.

“A construção civil não pode ficar de fora dessa transformação que é a Internet das Coisas. Todos os dias milhares de metros quadrados são construídos, em todos os locais do país e do mundo, e temos que fazer investimentos para desenvolver as novas edificações, extraindo dados para melhor interação com o ambiente construído, sua qualidade e usuários”, explica Roberto de Souza, presidente do CTE e idealizador da Rede Construção Digital.

Plenamente de acordo com seus objetivos, de promover um movimento pala transformação digital da construção, a Rede Construção Digital identificou várias e possíveis aplicações da tecnologia IoT no setor da construção, como em Smart Cities, em manutenção preventiva de equipamentos, em gerenciamento de materiais e equipamentos, em gestão de água e energia, em medições de índices que envolvam várias etapas da fase de construção, uso e operação de edificações, em controle e segurança do trabalho, em automação predial, no acompanhamento e melhoria da produtividade em obra, no controle de consumo de material, no controle de execução e qualidade, e até em compliance.

Pensando em criar verdadeiramente um ecossistema de conhecimento, troca de experiências e desenvolvimento de negócios com o uso desta tecnologia, formou-se então um grupo específico para viabilizar projetos em IoT. O “Grupo IoT”, que se reúne mensalmente, é formado pelas seguintes empresas membros da Rede Construção Digital: Amanco, Deca, Schneider, Saint- Gobain, Procion, Alphaville Urbanismo, Even, Gafisa, CTE, Autodoc e Mega.

Workshop - Grupo IoT

Já no seu segundo encontro, este grupo elegeu e decidiu por prosseguir na elaboração de projetos que envolverão IoT no uso de água e energia, na logística no canteiro de obras e em Smart Cities.

Workshop - Grupo IoT

Esta é Rede Construção Digital: apontando para soluções reais e digitais no setor da construção!

 

#movimentonosetordaconstrução #redeconstruçãodigital #enredes

 

    Quem somos

 

Apoio