veja nosso
último artigo

Atualidade 2 de Setembro de 2020

A importância da sustentabilidade na construção civil

Leonardo Jacomini

Resumo do texto

  • A construção civil consome muitos recursos naturais, tem alto gasto de energia e gera grande quantidade de resíduos;
  • Para encontrar um equilíbrio entre a natureza, bem estar humano e as obras é preciso pensar em construção verde;
  • Construtoras que se preocupam com a sustentabilidade pensam em formas de reutilizar materiais, alternativas para exploração de recursos e economia de energia;
  • Alguns dos benefícios de obras conscientes são: redução de gastos, incentivo fiscal, durabilidade entre outros.

A sustentabilidade tem virado pauta importante na sociedade e no meio empresarial. Na construção civil não poderia ser diferente, já que é um setor que tem de lidar com grandes desafios diários quanto ao assunto.

Em um empreendimento são enormes quantidades de resíduos e entulhos gerados a partir do canteiro de obras, além da preocupação com a extração de matéria-prima e alto consumo de energia elétrica.

Esse desafio de minimizar os impactos para o ambiente e a saúde das pessoas começou a despertar a participação cada vez maior da sociedade que faz com que as empresas se engajem em oferecer obras pensadas na sustentabilidade.

O que é a sustentabilidade na construção civil

Partindo do conceito de sustentabilidade que é a maneira como se deve agir em relação a natureza e preservar processos, na construção civil é exatamente isso: como destinar corretamente e minimizar materiais com a preocupação do antes, durante e depois de uma obra para que o impacto ambiental seja menor.

E não é novidade que o setor consome muitos recursos naturais, energia e gera grande quantidade de resíduos. Isso gera preocupação com o descarte desses materiais e como adotar novos métodos que viabilizem a construção “verde”.

E se nós, humanos, dependemos da natureza para viver bem e aproveitar seus recursos, é indispensável a sustentabilidade na construção civil, para garantir a continuação de um processo, proporcionando qualidade de uma obra e consequentemente de vidas.

Algumas das preocupações do setor com a sustentabilidade são:

  • Encontrar formas de reutilizar materiais
  • Alternativas para exploração de recursos
  • Economizar e encontrar novas formas de geração de energia

Ter um espaço sustentável também reflete na melhoria de vida das pessoas que vão usufruir daquele lugar. Tratando-se de uma empresa, por exemplo, um ambiente melhor pensado estimula na produtividade dos colaboradores. E graças a essas percepções é que os clientes têm procurado construtoras que pensam nesses diferenciais.

Por isso a sustentabilidade na construção civil não é vista como um fato isolado, é muito mais do que saber descartar resíduos, é pensar em quem realmente vai estar ali no dia a dia e repensar ambientes, cuidar de futuras gerações e contribuir com o planeta.

6 dicas de sustentabilidade na construção civil

1 - Green Buildings (edifício verde)

A primeira dica se refere a usar materiais de construção de baixo impacto ambiental, que dependem de menos recursos naturais e são mais duráveis. Utilizar o Green Buildings é se preocupar com processos sustentáveis na construção como um todo, desde o projeto, obra e até no caso de demolição.

2 - Gestão de resíduos

Ser sustentável é tornar importante questões como gerar menos resíduos, além de saber destiná-los e a gestão de recursos. Quando falamos em obras pequenas, as caçambas são um bom exemplo e podem dar destino correto aos materiais inutilizados. Já em grandes canteiros, as construtoras devem ter a preocupação em investir na separação correta dos resíduos durante toda a obra.

3 - Telhado verde

Essa técnica que consiste em utilizar cobertura vegetal (grama e plantas) como cobertura, contribui para drenagem da água da chuva e fornece isolamento acústico e térmico. Esse telhado verde pode virar um espaço de lazer para as pessoas/colaboradores.

4 - Tecnologia 

Hoje a tecnologia é indispensável num canteiro de obras, mas ela pode ser melhor aproveitada se combinada com sistemas integrados a sustentabilidade na construção civil. Um bom exemplo é o BIM, que ajuda desde o planejamento até a entrega de um empreendimento e minimiza custos e desperdícios.

5 - Consumo de energia e energia renovável

Pensar em maneiras de diminuir o gasto com energia elétrica é indispensável quando o assunto é sustentabilidade na construção. Por isso é tão importante observar práticas a serem observadas, como as cores, incidência de sol e vento no local e até os cuidados com materiais que demandam menos energia na produção e adoção de lâmpadas econômicas.

Já a energia renovável é prover uma fonte sustentável com o uso de: coletores solares térmicos, painéis fotovoltaicos, mini-turbinas eólicas e cisternas de aquecimento a biomassa.

6 - Certificações de sustentabilidade na construção civil

Empresas que são certificadas garantem que usam os melhores processos na adoção da sustentabilidade em seus empreendimentos. Certificações como o LEED (Leadership In Energy and Environmental Design // Liderança em Energia e Design Ambiental), tem o intuito de promover e estimular práticas de construções sustentáveis. Para ter o “selo”, é preciso seguir algumas diretrizes e processos importantes.

Benefícios da sustentabilidade para uma obra

Até agora sabemos o quanto é importante e faz bem para todo um ciclo pensar em sustentabilidade na construção civil. Para terminar, vamos deixar como um reforço a esta prática os benefícios para quem se preocupa com esta tarefa.

Quando os esforços são bem direcionados ao bem comum como a sustentabilidade, os empreendedores saem na frente daqueles que ainda não despertaram para a seriedade do assunto. Confira alguns dos benefícios da prática:

  • Redução de gastos;
  • Incentivo fiscal - por parte dos governos federal, estadual e municipal que incentivam a prática com descontos no IPTU;
  • Melhora nas vendas - aumenta a preferência dos clientes por empresas que se preocupam com a sustentabilidade cada vez mais valorizada;
  • Mais conforto aos proprietários;
  • Contribuição com a natureza e sociedade - não só aqueles que utilizam do empreendimento, mas vizinhos, cidades e futuras gerações;
  • Durabilidade de materiais e consequentemente das obras.


Construções cada vez mais sustentáveis são a preocupação em lembrar que espaços foram feitos para pessoas porque são elas que usufruem deles, além de contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade melhor e que se preocupa com os impactos no mundo em que vivemos.